Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2013

Setembro

O ano renasce, e com ele volta aquela vontade de morrer pelas palavras, e escorrer feito tinta sobre papel velho. Os dedos e a mente permaneceram adormecidos durante o inverno, atrofiando numa hibernação involuntária. O retorno é lento, a prática volta engatinhando, e com um pouco de boa vontade e talvez otimismo, pode-se encarar a situação com esperança, imaginando um bebê sorridente se arrastando pelo chão, com toda a vida pela frente.