Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2011

Sintético

Em um mundo sintético,
com comida sintética,
com remédios sintéticos,
com roupas sintéticas,
com animais sintéticos,
com enfeites sintéticos...

Em um mundo sintético,
com vozes sintéticas,
com sons sintéticos,
com drogas sintéticas,
com bebidas sintéticas,
com palavras sintéticas...

Em um mundo sintético,
com amores sintéticos,
com transas sintéticas,
com arte sintética,
com beijos sintéticos,
com oceanos sintéticos...

... meu corpo pede, minha alma grita,
minha mente implora, meu peito se agita,
por tardes no parque, deitado ao Sol...

... de olhos fechados, relaxando,
mp3 no ouvido, entoando,
simplesmente, música sintética.
Marlon Weasdor, 17/05/2011.

Ironicamente trágico. E hipócrita.

Viagem por Terra, Água e Ar

Bandeiras no horizonte,
poeira em nosso rosto.
Gelo com cheiro de Morte
e o chão treme sob nós.
Certeza de vitória,
cortina vermelha em nossos olhos.

Não são bandeiras, são navios e velas.
Não é poeira, mas água.
Não há gelo, apenas uma gélida brisa.
Não há chão, apenas o oceano.
Certeza de vitória,
cortina vermelha em nossos olhos.

Não são velas ou navios, são pássaros,
e não existe água, apenas nuvens.
Não há brisa, mas vento morno e perfumado.
Não há oceano, apenas nuvens.
Certeza de vitória,
cortina vermelha em nossos olhos.

Numa ilha de castelo brancos,
num destino muito distante,
num futuro não tão longe,
Lá.
Certeza de vitória,
cortina vermelha em nossos olhos.
Marlon Weasdor, 17/05/2011.

Mais uma daquelas alegorias miseráveis, desculpem-me.
Hoje acordei com ares de Esperança.